A IDADE E A LEI DA RELATIVIDADE

A IDADE E A LEI DA RELATIVIDADE

Tulips

José e João são dois amigos que se encontram todos os dias no parque para dar de comer aos pombos e falar dos problemas do vida. Um dia o João não apareceu. O José não pensou muito nisso pois calculou que o amigo se tivesse constipado ou coisa parecida. Mas, depois duma semana sem João aparecer, José preocupou-se realmente.

Como o único tempo que passavam juntos era no parque, José não fazia a menor ideia da morada do João e por isso era incapaz de descobrir que teria acontecido. Passou-se um mês e José pensou que nunca mais veria o seu amigo João.

Um dia, ao regressar ao seu banco habitual no parque, reparou que já lá estava sentado o seu amigo João. José ficou tão feliz por vê-lo que, passado o momento inicial do reencontro, disse-lhe:
– Francamente, João, o que é que te aconteceu ?
– Estive preso!
– Preso…? ! Mas a que propósito?
– Olhes… sabes, lembras-te daquela loirinha muito gira que trabalha no café da esquina onde vou às vezes ?
– Sim, lembro-me muito bem dela ! O que é que lhe aconteceu?
– Bom, a ela nada, mas denunciou-me à Polícia “por violação”. Fui a tribunal e é claro que eu, com 89 anos, fiquei tão orgulhoso que me declarei logo CULPADO! Então não é que o sacana do juiz aplicou-me 30 dias de prisão por…”faltar à verdade”…?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *